Negres de toda a Medicina, uni-vos!

NegreX- Coletivo de Estudantes Negres de Medicina

Em 13 de janeiro de 2015, no COBREM-Congresso Brasileiro dos Estudantes de Medicina, realizado em Belo Horizonte, foi fundado o Coletivo auto-organizado de negres estudantes de medicina, intitulado: NegreX. A partir de reuniões de cerca de 12 estudantes negres que estavam presentes no COBREM-BH, colocou-se em pauta a necessidade de uma maior discussão sobre a temática de negritude no âmbito da Executiva Nacional de Medicina e a partir da concordância do grupo, efetivou-se a fundação do Coletivo NegreX. Ainda no Congresso, foi realizada uma plenária ampliada com es estudantes que participavam do evento, onde foi discutido as justificativas para construção do espaço auto-organizado, bem como a própria construção do Coletivo. A plenária foi aberta para contribuição des presentes e um diálogo propositivo e esperançoso foi construído a cerca da criação do NegreX e ao seu futuro.

O NegreX no espaço acadêmico da medicina, se configura enquanto marco importante para a discussão sobre a pauta racial no tocante às opressões que estamos submetides dentro e fora da Universidade, se referenciando na não exclusividade da problemática dessa pauta a um espaço restrito entendendo, no entanto, a relevância do debruçar-se sobre a medicina, reiterando suas demandas e particularidades para es estudantes negres, e dos muitos avanços que ainda nos dias atuais se fazem necessário no âmbito da pautal racial.

Mais do que um espaço auto-organizado para discussão, pretende-se a partir do NegreX a construção coletiva e consciente, em mira de concretizar ações na perspectiva de promoção e aprofundamento dos detates na pauta racial, nos unindo e nos mobilizando, dentro e fora da DENEM, tendo como objetivo transformar a realidade concreta e contribuir para construção de uma sociedade cada vez mais distanciada das práticas opressoras em todas as suas formas de expressão.

A título de curiosidades, no nome NegreX, o ‘e’ vem na intenção de representar todos os gêneros e o ‘X’ maiúsculo é uma referência e homenagem a Malcom-X.

“Toda força ao NegreX!

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s